BIOGRAFIA

 

.

Filho de Viriato de Sá Fragoso e de Maria Isabel de Sá Lima Fragoso, ANTÓNIO FRAGOSO nasceu em 17 de Junho de 1897,na freguesia da Pocariça, concelho de Cantanhede, onde viria a falecer, a 13 de Outubro de 1918, vitimado pela gripe pneumónica que nessa época se abateu sobre toda a Europa.

A sua vocação para a música foi evidenciada logo aos seis anos, quando começou a aprender a ler pautas e a tocar piano com António dos Santos Tovim, seu Tio e médico em Cantanhede, figura com vasta cultura musical que teve uma influência marcante nesses primeiros anos da sua formação musical. Entre 1907 e 1914 concluiu na cidade do Porto o curso geral dos liceus e os dois primeiros anos do Curso Superior de Comércio, sem nunca ter deixado de aprofundar os seus estudos de piano, agora sob a orientação do Prof. Ernesto Maia. Aos 16 anos publicou e deu a primeira audição da sua primeira composição – “Toadas da Minha Aldeia” – muito aplaudida pela crítica musical. Algumas notas biográficas referem que teve que vencer uma certa resistência dos Pais para se matricular no Conservatório Nacional de Música de Lisboa, que viria a frequentar até 1918, ano em que obteve o diploma do Curso Superior de Piano com 20 valores, a classificação máxima.

Ainda como estudante iniciou um percurso artístico amplamente reconhecido nos círculos culturais do País, não apenas como exímio pianista, mas também como compositor, ao ponto de ser considerado pelos críticos da época como “um dos mais poderosos talentos da sua geração”. João de Freitas Branco refere mesmo que entre as suas peças “se encontram páginas surpreendentes num compositor com menos de 21 anos”.

Geralmente os musicólogos destacam do conjunto da sua obra os “Prelúdios” e a “Petite Suite” para piano, os lieder para canto, as partituras de música de câmara e os Nocturnos, sendo o “Nocturno em Ré bemol Maior” considerada a sua peça mais emblemática do seu imenso talento como compositor.

Em 2009, os Herdeiros de António Fragoso constituíram a Associação António Fragoso que tem por principal objetivo deixar para as gerações vindouras todo o seu legado, musical e literário, ministrar o ensino musical por todos os meios aos seu alcance e comemorar dignamente o Centenário da sua Morte.

.

.